domingo, 13 de dezembro de 2009

"Tirando pedras" ou "Onde está cheirando mal?

“Disse Jesus:

tire a pedra.

Marta, irmã do defunto disse-lhe:

- Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.

Disse-lhe Jesus:

Não tinha te dito que, se creres, verás a glória de Deus?”


João 11.39


Coisas mortas fedem.


Ok, agora uma breve pausa para os aplausos dos leitores maravilhados com essa fantástica afirmação.


Mas... que tipo de morte fede, cheira mal?


Quando falamos do corpo, é bem evidente e muitas vezes visível. E se pensarmos em outras áreas da nossa vida?


“Morte” em... projetos?

Sonhos, ideais, emoções, sentimentos, sensações...


Desejos, relacionamentos.


“Morte” em amizades, em parcerias.


Morte em nós mesmos.


Para facilitar a nossa vida, podemos separar a nossa vida em três tipos de “vida”. Assim talvez possamos entender e nos compreender melhor, podendo identificar em qual [is] realidade [s] nós ou nossos amigos estamos “mortos”: Física [nosso corpo que faz tornar real nossas vontades], Alma [sentimentos] e espiritual [nossa capacidade de contato com uma verdade superior e eterna].


Sempre é bom fazer perguntas.


Estou cheirando mal?


Será que tem alguma área da minha vida que está cheirando mal há algum tempo?


Será que já morri e não me dei conta? Estou “morrendo”?


Será por causa das decisões que tomei [ou não...]


O que uma morte em determinada área pode causar?

Quando alguém querido morre, não temos mais as expressões de carinho dessa pessoa, por exemplo.

E nas outras áreas? Quais são as consequências?


O que mortos fazem? Nada.

[pausa para vocês refletirem na minha sábia resposta]


ou melhor, só fedem.


Mortos não tem ação, não reagem.

Não reagem ao convite da vida, ao amor de Deus.


Mortos não podem demonstrar amor.

Não tem como se incomodar com o amor e preocupação que os outros têm.


Quantas pessoas próximas de nós já estão há bem mais de 4[1] dias mortas...


O que podemos fazer?


“Disse Jesus: Tirem a pedra”


Tirar a pedra do túmulo dos outros.

Nós podemos e devemos ajudar a tirar as pedras que estão enterrando sonhos, vontades, desejos e a VIDA das pessoas.


“...tendo as mãos e o pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: desligai-o e deixai-o ir”.


Outras tantas vezes, precisamos ajudar a tirar as faixas, as ataduras que prendem as pessoas.


“...rosto envolto num lenço...”


Remover as faixas que imobilizam as atitudes, as ações, a manifestação da vida.

Ajudar que os outros possam tirar os “lenços” que cobrem o rosto, a visão [é bom ajudar os outros, já que podemos muitas vezes precisar de uma mão amiga...].


Tirar as faixas, as ataduras, os lençóis da religiosidade,

do egoísmo

da hipocrisia

do desânimo

da falta de conhecimento

da falta de coragem

da falta de esperança

da falta de amor


“...SE crer, verá a glória de Deus...”


e fé para acreditar que as coisas podem mudar.


que o mundo, NÓS, podemos ser pessoas melhores.


Que tenhamos sabedoria e o amor necessário para identificar as “mortes” da nossa vida e dos outros.


Que possamos remover as pedras e ataduras que paralisam, interrompem a vida.


Com amor.



observação:

[1]: na tradição de algumas comunidades judaicas da época, havia um conceito que a alma deixava o corpo depois de três dias após a morte.


3 comentários:

Luciana Soder disse...

Perfeito Cunhado... amei o texto... :)

que Deus continue te usando de forma sobrenatural... TEM MUITO MAIS!!!!

...é só o começo...

:)

Karina disse...

Tremendo!!!!

Amei todo o texto!!! Muito profundo mesmo, e Deus tem falado muito sobre isso... Muitas pessoas precisam "tirar a pedra" ...

Deus te abençoe e te use cada vez mais!!!

Abraços

Renata disse...

Adorei seu texto!!Muito bonito e principalmente reflectivo!!
Sendo assim exintem muitos zumbis..mortos porém se acham vivos!!!O difícil é fazer alguém (ou nós mesmos)ver o que não se quer enchergar!!!!! E é apartir do momento que começamos a tirar nosso véus que nos tornamos capazes de reconhecer e ajudar ,de verdade,que outros o façam!! E tem gente que ama a sua própria pedra!!......

Mil b-jos!!!